Ir direto ao conteúdo

Artigos

Para manter você sempre atualizado, disponibilizamos artigos super interessantes sobre Internet e assuntos relacionados.

Todos os artigos publicados, neste web site, são de inteira responsabilidade de seus autores, não refletindo obrigatoriamente a opinião da Tecmedia Internet Design.

Se os jovens não vão mudar o mundo, quem vai mudar o mundo?

07/07/2005

Pare de rezar pelos pobres. Reze pelo pobre que existe dentro de você. Nós precisamos ensinar as crianças a pensar, os jovens a criar, os velhos a reformar.

Dos jovens, essa turma-moleque, rebelde por tradição, briguenta por opção, se espera esperança. De toda nova geração que se aproxima se espera mudanças, se espera energia, se espera melhorias para transformar as coisas e reverter as decisões. De toda nova geração que vem por ai, se espera idéias, valores, patriotismo, vontade de trabalhar, construir e reformar.

Tradicionalmente, aqueles que tem mais de 50, apostam suas fichas naqueles que tem menos de 50. Apostam suas fichas naqueles que ainda não foram traídos, naqueles que ainda não foram violentados, naqueles que ainda não perceberam que o mundo não muda porque o Ser Humano não muda.

Entretanto, 85% dos jovens brasileiros de classe A, B e C se consideram felizes ou muito felizes com a vida que levam e com a sociedade que vivem, 84% dos jovens concordam que os jovens estão exagerando no consumo de bebida alcólica, 82%, a grande maioria, não tem a mínima vontade de morar fora de casa, longe dos pais e da mordomia irresponsável que possuem.

"Ricardo, esses dias eu percebi que o mundo não tem futuro".

"Por que você diz isso?", eu perguntei ao desacreditado jovem de 23 anos de idade.

"Porque a minha geração não está nem aí para o futuro. Aos 19 anos, eu queria fazer a revolução, aos 23, eu vejo que ninguém quer fazer nada de verdade".

"A minha geração é uma vergonha. Um bando de cansados e bêbados que estão ansiosos por trocar o nome de suas famílias pelo sobrenome de uma multinacional".

"E eu que pensei que a minha geração fosse fazer alguma...".

"Se os jovens não vão mudar o mundo, quem vai mudar o mundo?", perguntou o rapaz.

"A minha geração vai mudar o mundo!", eu respondi com um grito.

"Mas quem é sua geração? Aqueles que tem trinta e poucos anos de idade?".

Não, a minha geração não tem idade. A minha geração não é determinada pela idade dos homens. Fazem parte da minha geração todos os velhos, adultos, jovens e crianças, mulheres e homens, que priorizam primeiro o Progresso do Mundo, o Trabalho, a Família e a Espiritualidade.

Ninguém é velho ou jovem o bastante para ser excluido. Não existe isso. Fazem parte da minha geração alguns jovens da sua geração e alguns velhos da minha geração.

A minha geração é a geração do Cérebro. É a geração de quem Pensa, Critica, Reflete, Emociona, Opina, Questiona, Reclama, Sugere, Pergunta, Responde, Rebate.

Que venham os bêbados e cansados! O maior concorrente que esses jovens vão encontrar pela frente sou EU.

EU! Eu vou estar em plena atividade quando os cansados chegarem. Eu não vou me aposentar. Eu não vou passar o bastão para o cansaço. As coisas vão melhorar AQUI e AGORA. Comigo e com todos.

Eu vou quebrar as empresas dos jovens que colocarem suas vidas em piloto-automático. Eu vou trabalhar todos os dias para automatizar o trabalho desses zumbis e trocá-los por computadores que trabalham melhores do que eles. Eu vou estar ativo, reformista como nunca, quando esses jovens aparecerem na minha frente querendo manter as coisas como são.

Eu vou estar questionador, quando esses jovens engenheiros estiverem trabalhando na criação de um motor mais potente para uma grande montadora de automóveis, ao invés de inventar a lâmpada como Thomas "Engenheiro" Edison faria.

Eu vou estar crítico, quando esses jovens médicos estiverem receitando remédios receitados pelos grandes da indústria farmacéutica, ao invés de encontrar a cura para alguma doença como Louis "Médico" Pasteur faria.

Eu vou estar pensador, quando esses jovens advogados estiverem fazendo contratos de compra e venda de empresas e pessoas, ao invés de lutar pela construção da democracia como Rui "Advogado" Barbosa faria.

Os jovens não vão mudar o mundo porque simplesmente eu vou estar muito ativo quando eles estiverem cansados.

O mundo é meu. Eu o herdei. Só passo para frente quando o herdeiro merecer.

NADA MENOS QUE ISSO INTERESSA!

Autor: Ricardo Jordão Magalhães


Mais artigos


Enquete

Onde ficam armazenados os currículos recebidos pela sua empresa?

Trabalhe Conosco

Faça parte de nossa equipe, envie seu currículo para nós!

Preencha seu cadastro


-28.476632 -48.995451

Tecmedia | Web site, Portal Corporativo, SEO, Atendimento Online, Help Desk, GED, CRM, Chat, Força de vendas


© 1997 - 2014 - Todos os direitos reservados - Tecmedia Internet Design